Rádio Som de Deus



Lançado em: 13-07-2019

Ama teu próximo como a ti mesmo!

Meus queridos irmãos e irmãs, estamos celebrando o 15º domingo do Tempo Comum. Hoje, a Liturgia da Palavra chama-nos a atenção para a necessidade de reconhecermos às pessoas como nossos irmãos e irmãs.

A Palavra de Deus, nesse domingo, coloca em nossos corações e em nossas vidas a pergunta: afinal de contas, quem é meu próximo? Jesus repreende o nosso individualismo e exorta-nos para a necessidade de amar o próximo, reconhecendo nele a presença de Deus. Com essa pergunta, que encontramos na passagem do evangelho, iniciaremos a nossa reflexão.

No evangelho, extraído de são Lucas (Lc 10,25-37), vemos um mestre da Lei, tentando colocar Jesus à prova, pergunta o que é necessário para ter a vida eterna. Jesus interpela o homem dizendo: “o que está escrito na Lei? Ele, citando a passagem do livro do Deuteronômio (cf. Dt 6,2ss), responde “‘amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e com toda a tua alma, com toda a tua força e com toda a tua inteligência; e ao teu próximo como a ti mesmo!’”. Ao ouvir a resposta, Jesus anima o homem a viver esse mandamento. Contudo, o individualismo daquele homem era tão grande que ele era incapaz de enxergar quem era seu próximo. Para o ajudar, Jesus conta a parábola do bom samaritano. Havia um homem ferido em uma estrada. Passou um sacerdote, este desviou o caminho. Adveio um levita e esse fingiu que não era com ele. Por fim, veio um samaritano que sentiu compaixão daquele homem, cuidando de suas feridas. Após contar essa história, Jesus exorta o homem a usar de misericórdia para com o próximo, como fez o samaritano.

Na segunda leitura, extraída da carta de são Paulo aos Colossenses (Cl 1,15-20), Paulo adverte à comunidade de que Cristo é o motivo deles estarem reunidos, enquanto assembleia de fé. Os membros deveriam superar seus individualismos, em detrimento do princípio de união da comunidade, Cristo Jesus, pois, Ele é a imagem do Deus invisível, a cabeça do corpo, isto é a Igreja. Pelo Seu sangue, encontramos a reconciliação.

Na primeira leitura, extraída do livro de Deuteronômio (Dt 30,10-14), Moisés alerta ao povo para a necessidade de observar as leis e os mandamentos de Deus. Esses, não estão fora do alcance das pessoas, muito menos são difíceis e não habitam lá no céu, pelo contrário, “esta palavra está bem ao teu alcance, está em tua boca e em teu coração, para que a possas cumprir” (v.14).

Portanto, a Liturgia da Palavra nos convida a colocarmos em prática o amor de Deus que há em nós, tendo em vista as necessidades do nosso próximo. Para isso, precisamos nos revestir da misericórdia que Deus teve/tem/terá para com cada um de nós, em prol dos irmãos e irmãs mais necessitados [evangelho]. Para esse fim, Jesus precisa ser a motivação que nos une em comunidade. Ele é a cabeça do corpo, que é a Igreja, a nossa comunidade. Na assembleia de fé não há espaços para desunião, desavenças, ódio e rancor. Ele nos amou por primeiro e, como discípulos seus, somos convidados a imitar esse amor [segunda leitura]. Tudo isso não está distante de nós. Está a nossa frente, ao nosso alcance. Precisamos, no cotidiano de nossas vidas, enxergar a presença de Deus nas pessoas que estão ao nosso redor, principalmente, as mais fragilizadas. Elas, por excelência, são a imagem e semelhança de Deus, e com as dores de suas vidas, precisam do nosso olhar de misericórdia.

Peçamos a Deus, a graça de que Ele nos mostre a luz da verdade, para que quando errarmos, ela nos guie para retornar o bom caminho, dando-nos coragem de professar a fé, rejeitando o que não convém ao cristão e abraçar tudo o que é digno do nome de Jesus, pois, “os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração” [salmo responsorial].


Autor: seminarista Ícaro Marcos Soledade Oliveira
Revisão ortográfica: Nelmira Moreira




5 Últimos Lançamentos

As colunas da Igreja: São Pedro e São Paulo - 28-06-2019


VIDA É MISSÃO! - 21-06-2019


A Trindade Santa - 14-06-2019


​​​​​​​Alegrai-vos! Desce sobre vós o Paráclito! - 08-06-2019


A Ascensão do Senhor - 31-05-2019


Rádio Som de Deus
O momento foi conduzido pelo Diácono Alan, um grande homem de Deus.
Copyright © 2016 - Rádio Som de Deus
Todos os direitos reservados